Bottersnikes & Gumbles

Atualizado: 8 de Jan de 2019


Estúdio de animação Australiana reanima um clássico infantil.


Bottersnikes and Gumbles, publicado pela primeira vez em 1967 do autor S.A Wakefield e do ilustrador Desmond Digby, foi um sucesso imediato entre a miudagem Australiana, antes de ser reconhecido pelo mundo fora. É fácil reconhecer o porquê do seu grande sucesso: contrasta a preguiça e agressividade do Bottersnike com a natureza dócil dos Gumbles.


O livro dá vida a um estilo muito particular de humor que os indígenas Australianos dominam: o Bottersnike encolhe em contacto com a água e os adoráveis gumbles podem alterar a sua forma física. Finalmente a tecnologia permite ilustrar em 3D os desenhos fantasiosos de Digby, e o estúdio Mighty Nice encarregou-se de dar vida às criaturas em três dimensões.



Como vimos no “ Messy Goes to Okido e em “Floogals”, o “Bottersnikes and Gumbles usa o V-Ray para criar umas personagens exageradamente fictícias que mesmo assim enquadram-se perfeitamente nos ambientes realistas do filme. O calor abrasador e o ambiente seco Australiano estão retratados genialmente, relembram alguns dos sets de “Mad Max”.




Traduzido por Filipp Obada

Artigo original em Inglês

Contacto: hello@vray.pt
Todas as imagens presentes neste site (excepto referentes aos artigos do blog) foram criadas por instrutores ou alunos da Vray.pt e por conseguinte têm os direitos de autor reservados. Qualquer uso das mesmas, seja em formato original ou alterado é proibido. Para obter uma licença de utilização por favor contacte-nos.
© vray.pt 2018. Portugal. Todos os direitos reservados.