Landmark – Uma animação arch viz de Beauty and The Bit

Atualizado: 6 de Jun de 2019

O estúdio de visualização arquitetónica Beaty and The Bit revelou o seu lado Kubrick com esta curta metrágem. Veja o pequeno filme aqui e descubra como o diretor Victor Bonafonte tirou partido da V-Ray Cloud.



Com a “Landmark”, o estúdio de visualização arquitetónica sedeado em Madrid – Beauty and The Bit – colocou o objetivo de alcançar uma abordagem cinematográfica e contar uma história através de uma animação arch viz. A sua insaciada exploração do conceito de um edifício abandonado numa paisagem natural hostil inspira-se nos estudos de Stanley Kubrick acerca dos efeitos de tempo e espaço relativo aos seres humanos, assim como em outros nomes dos grandes ecrãs como Ridley Scott e Denis Villeneuve.

“Criamos este projeto com a intensão de explorar outras linguagens na animação arquitetónica”, explica Victor Bonafonte, CEO da Beauty and The Bit. “Ambicionamos adicionar emoção, uma forte história assim como um toque artístico a obra. A ideia por trás do filme é a de demonstrar aos estúdios de arquitetura que há outra forma de retratar as coisas e contar uma história. Pode não ser um caminho comum – mas é de longe mais interessante.”

O filme estreou-se em Viena, na conferência D2. Nos seus escritórios, Beauty and The Bit fizeram uso da V-Ray Cloud, pela primeira vez, para renderizar uma animação. A V-Ray Cloud é um serviço simples, rápido e totalmente integrado no V-Ray. Está baseado na plataforma Google Cloud e beneficia da alta tecnologia Google na segurança e rapidez.

Veja o filme (de preferência em tela cheia e na maior que tiver) e de seguida leia os comentários do Victor para entender melhor como a cloud ajudou a pôr em prática esta visão.




Quais as suas expectativas para a V-Ray Cloud?

Como o serviço ainda está em versão beta, pensamos que iríamos ter muitos problemas e instabilidades. No entanto, a nossa experiência foi bastante positiva, com uma performance e simplicidade incríveis.


O que achou da renderização de imagens finais com a V-Ray Cloud?

Foi muito rápido e fácil. Sentimos ter uma boa flexibilidade e controlo diretamente na cloud, e a interface do usuário está muito acessível.

Quantas frames e em que resolução renderizou na cloud?

Acho que foram umas 1500 frames com uma resolução de 2048px de largura.

Quanto tempo demorou o processo de renderização na cloud?

Foi mesmo rápido! Em média 50 frames por hora. A coisa boa é que praticamente conseguimos renderizar tudo de uma vez, não necessitando de esperar ansiosamente para ter uma noção do resultado final.


E quanto tempo levaria este processo nos computadores do vosso escritório?

Muito! Mesmo muito tempo.


De que forma a V-Ray Cloud ajudo-vos a simplificar o processo de trabalho?

Tivemos de fazer pequenos ajustes a alguns materiais e cenas para que esses funcionassem corretamente na cloud. Foi um tempo bem investido porque de seguida a renderização foi rápida e estável.



Pode mencionar algumas características da V-Ray Cloud que achou melhores?

A forma fácil de exportar através do V-Ray Scene Exporter para a V-Ray Cloud. Foi extremamente fácil. Sem plugins ou software extra.



Landmark - Making Of



Artigo em Inglês

Traduzido por Filipp Obada

Contacto: hello@vray.pt

Todas as imagens presentes neste site (excepto referentes aos artigos do blog) foram criadas por instrutores ou alunos da Vray.pt e por conseguinte têm os direitos de autor reservados. Qualquer uso das mesmas, seja em formato original ou alterado é proibido. Para obter uma licença de utilização por favor contacte-nos.

© vray.pt 2020. Portugal. Todos os direitos reservados.